Friso

Uma obra-prima na Opera de Paris


Há mais de 150 anos um jovem praticamente desconhecido viajou da sua terra natal (New Orleans) até à Europa, para se defrontar com os mais fortes xadrezistas da época. Nascido em 1837, Paul Morphy, de seu nome, foi um dos mais extraordinários jogadores de xadrez de todos os tempos.

Estamos agora em novembro de 1858, na Ópera de Paris, durante um dos intervalos de uma récita do “Barbeiro de Sevilha”.

Morphy - Duque de Brunswick e Conde Isouard
Paris, 1858
1. e4 e5 2. Cf3 d6 3.d4 Bg4

Esta pregagem resulta ser ilusória; melhor seria o passivo 3. ... Cd7 ou o contra-ataque 3. ... Cf6.

4. dxe5

Só agora é que as pretas se dão conta de que depois de 4. ... dxe5 a dama branca escapa da ameaça do bispo com 5. Dxd8+, após o que o cavalo captura tranquilamente o peão de e5.

4. ... Bxf3 5. Dxf3 dxe5

Observe-se como as brancas aproveitam a iniciativa.

6.Bc4 Cf6

As pretas passam por alto a ameaça tática do adversário. Deveriam ter jogado 6. ... De7 ou 6. ... Dd7.

Xadrez


7. Db3

Uma ameaça dupla contra dois pontos não protegidos: b7 e f7. Normalmente só se consegue parar uma ameaça. Naturalmente as pretas preferem suprimir a ameaça mais perigosa: 8. Bxf7+ seguido de 9. De6++.

7. ... De7

As pretas resignam-se a entrar num final com um peão a menos (se 8.Dxb7 Db4+).

8. Cc3!

As brancas podiam ter ganho um peão capturando em f7 ou b7, mas Morphy não quer deixar arrastar-se para uma entediante exploração de vantagem material; em vez disso, prefere passar rapidamente ao ataque ao rei.

8. ... c6

As pretas têm uma posição travada: a dama está presa à defesa dos peões b7 e f7 e simultaneamente impede a entrada em jogo do bispo, o que paralisa todo o desenvolvimento do flanco de rei. Com o seu próximo lance as brancas prosseguem o seu desenvolvimento imobilizando mais uma peça negra.

9. Bg5

Esta pregagem paralisa uma importante peça adversária.

9. ... b5

Para poder jogar 10. ... Cbd7 sem perder o peão de b7. Enquanto que as brancas têm quatro peças desenvolvidas, as pretas só têm duas, e ambas em situação desfavorável. Se agora as brancas jogassem, por exemplo, 10. Bd3 seguir-se-ia 10. ... Cbd7 e o pior já teria passado.

Xadrez


10. Cxb5!!

Início da combinação. Em tais situações o valor relativo das peças altera-se completamente. Com este excelente sacrifício as brancas abrem novas linhas para as suas peças, atando ainda mais o seu adversário.

10. ... cxb5 11. Bxb5+ Cbd7 12. O-O-O Td8

Já que a ameaça era capturar em d7.

As brancas estão completamente mobilizadas e as pretas totalmente atadas.

Xadrez


13. Txd7!

É destruída uma importante peça defensiva.

13. ... Txd7 14. Td1

Repetindo a ameaça da captura em d7.

14. ... De6

Libertando o cavalo, mas já é tarde.

15. Bxd7+ Cxd7

Xadrez


O remate é de uma simplicidade belíssima:

16. Db8+!! Cxb8 17. Td8++

Xadrez


Brilhante!